Diretiva da ue 2008 8 ce

A diretiva ATEX em seu próprio sistema jurídico foi introduzida em 28 de julho de 2003. Aplica-se à leitura de produtos de dados em áreas potencialmente explosivas. Os produtos em questão devem atender a requisitos rigorosos, não apenas para segurança, mas também para proteção da saúde. A diretiva ATEX contém procedimentos de avaliação de conformidade.

De acordo com as disposições do ato normativo discutido, o nível de segurança e todos os procedimentos de avaliação relacionados a ele dependem principalmente do nível de ameaça ao ambiente em que o dispositivo específico será executado.A diretiva ATEX estabelece os requisitos rigorosos que um produto específico deve fazer para ser levado em atmosferas potencialmente explosivas. E de quais zonas elas são? Primeiro, estamos falando de minas de carvão duro, onde há um grande risco de explosão de metano ou poeira de carvão.

https://spray-f.eu/pt/Fitospray - Suporte para perda de peso em uma forma inovadora de spray!

A diretiva ATEX detalha detalhadamente o equipamento em qualidade. Dois deles. No grupo inicial, são recebidos dispositivos que são aceitos no subsolo da mina também em superfícies que podem ser ameaçadas pela explosão de metano. A segunda parte é dedicada a dispositivos que retornam em locais futuros, mas que podem ser ameaçados por uma atmosfera explosiva.

A presente diretiva estabelece os requisitos essenciais para todos os dispositivos em áreas com risco de explosão de metano / poeira de carvão. Por outro lado, requisitos mais sensíveis são importantes e podem ser encontrados dentro de limites harmonizados.

Note-se que pratos aceitos para publicação em áreas com risco de explosão devem ser marcados com a marca CE. A marca deve ser seguida do número de identificação do organismo notificado, que deve ser conhecido, visível, durável e legível.

O organismo notificador examina os controles do corpo inteiro ou as próprias ferramentas, garantindo finalmente o cumprimento das importantes disposições e expectativas da diretiva. Deve-se lembrar também que a atual diretiva de 20 de abril de 2016 será substituída pela nova regra ATEX 2014/34 / UE.